FFABESP – XV PAULISTÃO – BOCAINA

0
659

Olá à todos:

O PlanetaBandas publica aqui as informações da cidade deBocaina, local da etapa final do XV Pailistão da FFABESP – Federação de Fanfarras e Bandas do Estado de São Paulo.

Transmissão do Evento pelo Facebook da FFABESP – Clique aqui para assistir

A CIDADE

Nas proximidades do rio Jacaré-Pepira, junto a um boqueirão no meio da mata, foi fundada pelo Capitão Bento Bernardes Rangel e Luiz Valladão de Freitas, a povoação de “Arraial de São João”, mais tarde chamada São João da Bocaina.

O nome decorreu da devoção ao santo das festas juninas, época em que se deu a fundação, e “Bocaina”em virtude do grotão ou boqueirão junto ao qual foi instalado o povoado, em terras doadas por José Inácio e seu sobrinho José Inácio Alvarenga.

Em julho de 1890 São João da Bocaina foi elevado a distrito policial e no ano seguinte, em fevereiro, foi criado o distrito de Paz, que passou, e em 11 de julho de 1891 passou a denominar-se município.

O município passou a denominar-se simplesmente Bocaina, pelo decreto nº 9775, de 30 de novembro de 1938 .

Hoje a economia de Bocaina está assentada na lavoura predominantemente canavieira, com uma usina de açúcar e álcool no município; e na produção de equipamentos de proteção individual (EPI), como luvas, aventais e outros, feitos em raspa de couro. Possui um grande número de curtumes e fábricas de luvas. Daí ser considerada a Capital Nacional da Luva de Raspa.

Todo dia 1 de maio, dia do trabalho, acontece a “Alvorada”, tradição de mais de 100 anos, trazida pelos colonos italianos. Vários músicos de reúnem e a Banda Carlos Gomes (criada pelo maestro Tulio Ghiselli) sai pelas ruas da cidade, de manhã bem cedo, acordando os munícipes, ao som de tradicionais cantigas, como o Hino do Trabalhador, de origem italiana, marchinhas, dobrados. Algumas famílias oferecem café da manhã à banda e seus seguidores, no decorrer do trajeto, que hoje é feito de ônibus, devido ao crescimento da cidade .

Em junho Bocaina festeja o seu padroeiro, São João Batista. Na noite de 23 para o dia 24 à meia noite, devotos passam descalços sobre o braseiro de uma grande fogueira, atualmente acesa em frente à Igreja Matriz. A tradicional e consagrada Festa de São João Batista começa na segunda quinzena de junho e termina em meados de julho.

A igreja Matriz de São João Batista, em Bocaina, é depositária de 13 telas sacras do pintor Benedito Calixto de Jesus. Natural de Itanhaém , Benedito Calixto pintou as telas de Bocaina em 1924 e 1925, e consta que foram seus últimos trabalhos. As telas foram recentemente restauradas e estão tombadas pelo Patrimônio Histórico do Estado de São Paulo. O município pertence à Diocese de São Carlos.

Bocaina conta hoje , com 4 unidades de saúde em funcionamento , uma rede municipal escolar de qualidade , restaurantes e lanchonetes preparados para receber a todos que chegam a esta querida cidade , situada no centro geográfico do Estado de São Paulo.

O Município de Bocaina foi um grande produtor de café na grande corrida cafeeira no chamado Ciclo do Café Paulista.

Grandes fazendas cultivavam milhões de pés de café e mantinham suas colônias sempre repletas de meeiros e trabalhadores rurais que, maravilhados com a grande produção em nossas terras , migravam com suas famílias e se firmaram em nosso solo bocainense.
Entre as grandes fazendas produtoras do chamado “ ouro-verde” , há de se destacar a Fazenda Bananal , de propriedade da Família Izar e atualmente Família Atalla, que mantém até os dias atuais , expressiva produção cafeeira.

A Fazenda Ouro Verde , de propriedade da Família Cury ainda mantém sua produção cafeeira alinhada com a produção de gado de corte.

Já a Fazenda Beira Alta , possui grande produção e mantém funcionários ativos na cultura o ano todo , inclusive com a utilização de máquinas para o cultivo e colheita dos grãos.
O que chama a atenção em todo este contexto , é a produção do café orgânico , muito em evidência nos grandes centros e amplamente cultivado pela Fazenda Retiro , administrada através da ARROBA SUSTENTABILIDADE e mantém em sua unidade , a produção de barras de cereais e macadâmia , presente em empórios e lojas específicas pelo Barasil afora.
O que evidencia a riqueza do café em Bocaina são os grandes casarões erguidos em nosso centro histórico , totalmente preservados , imponentes , fazendo jus ao riquíssimo tempo em que o ouro verde circulava pelas Bolsas de Valores do Brasil e da Europa , grande comércio de nosso café bocainense.

A Fazenda Santa Teresa , de propriedade de Patrícia Camarero também foi uma grande cultivadora de café e atualmente abriga em sua propriedade , um SPA e hotel , voltado exclusivamente ao público que busca conforto, calmaria e contato com a natureza , através de uma estadia completa , que inclui banhos de cachoeiras, passeio a cavaloe um contato epecial com o meio ambiente .

Com a crescente demanda para a produção de açúcar e alcool , canaviais foram tomando o espaço que outrora pertenceu ao café bocainense e atualmente Bocaina se consolida como um grande e promissor município produtor de cana de açúcar , possuindo inclusive uma unidade fabril de açúcar , álcool e energia eletrica , utilizando-se do bagaço produzido por sua indústria , sendo a Unidade Santa Cândida , da Raízen e Brookfield Energia.
Famílias contemporâneas firmaram suas raízes em Bocaina , com uma enorme diversidade de cultura e costumes . Italianos, portugueses, espanhois , libaneses e sírios , além de famílias de Minas Gerais, Bahia, Rio de Janeiro e do sul do país encontraram em Bocaina , um pedaço do paraíso para viverem .

Valores culturais incalculáveis aliados à nossa história tão presente em nossas ruas e bairros através de logradouros com os sobrenomes Ferraresi, Megale, Debiazzi, Meletto, Carazzatto, Moretto, Del Bianco, Granai, Piotto , Desidério, Ciotti, Perrone , Tonon , Ravagnolli , Colleone , Rebustinni, Bertoncello , Affonso , Caria , Valadão de Freitas , Rocha , França , Alves dos Santos, Bento de Abreu , Vicentini , Ferrrari, Verdianni e tantas outras famílias se firmaram em nossa querida Bocaina , Paraíso do Nosso Brasil.

TEMPO PARA BOCAINA

COMO CHEGAR EM BOCAINA

CORPORAÇÕES PARTICIPANTES

ONDE SE HOSPEDAR

ONDE COMER

  • RESTAURANTE SABOR DA CASA
    R 15 de Novembro, 289, Centro – Bocaina, SP
  • RESTAURANTE ASPEN – PEGORARO
    R 15 de Novembro, 298, Centro – Bocaina, SP
  • CAMPOS MARTINEZ & OLIVEIRA, RESTAURANTE, CERVEJARIA E PORÇÕESR Floriano Peixoto, 180 – FDS, Centro – Bocaina, SP 
  • PIZZARIA EDUARDA
    R Capitão Bento Rangel, 198, – Bocaina, SP