PA – Da escola pública de Castanhal à Escócia: paraense comanda banda militar em evento mundial

0
220

Wanderson Silva é um dos selecionados para se apresentar no The Royal Edinburgh Military Tattoo, evento de apresentação de bandas militares escocesas

 

Dos desfiles escolares de escolas públicas do nordeste paraense para o Castelo de Edimburgo, o principal e mais visitado monumento histórico da Escócia. O paraense Wanderson Silva é um dos selecionados para se apresentar no The Royal Edinburgh Military Tattoo, um dos mais tradicionais eventos de apresentação de bandas militares escocesas, que ocorre anualmente, desde 1950, e já atraiu a audiência de membros da família real do Reino Unido, incluindo o Rei Charles III e o Príncipe de Gales, Guilherme William.
Wander Silva é artista e nasceu em Castanhal, onde começou a trajetória em bandas e fanfarras durante os desfiles escolares no ano de 2007. Atualmente, reside em Paragominas e atua como comandante, avaliador, palestrante e preparador técnico no segmento, já tendo liderado grupos de diversos municípios paraenses. Ele conta que, no evento escocês, irá comandar uma banda de gaita de fole de São Paulo, a Brasil Caledonia Pipe Band, que já possui título de campeã mundial.
“Irei atuar como Drum Major, que é o título dado ao líder de uma banda marcial. Venho praticando há três anos as técnicas de condução, de acordo com o regimento escocês, com um dos maiores nomes do estilo a nível mundial, Artemus Macayan, de Colorado, nos Estados Unidos da América”, afirma.
Na seleção, Wander Silva chamou atenção dos responsáveis justamente por ser um brasileiro com domínio de técnicas reconhecidas a nível mundial como escocesas. “Me inscrevi por incentivo do embaixador de gaitas no Brasil, Cristiano Bicudo, que é quem investe na minha profissionalização e financia minhas aulas. Ele, inclusive, me deu um mace (bastão) oficial de competição, que não tem confecção no Brasil. E, no final das contas, deu certo, fui aprovado entre as seis vagas que estavam disponíveis para o mundo, sendo eu, o primeiro comandante mor civil e paraense da história a participar desse evento”, orgulha-se.
Wander lembra que seu primeiro contato com uma banda marcial foi em 2007, na Escola Estadual Professora Maria Deusarina da Silva Rodrigues, localizada no bairro Jaderlândia, em Castanhal, porque a atividade seria gratificada nas provas finais. Hoje, além de ser apaixonado pela prática, é reconhecido mundialmente pelo talento. “Para mim, é um momento único, importante e histórico. Poder levar a bandeira do nosso estado, que muitas das vezes é desvalorizado, para outro país, entre os melhores do mundo nesse segmento, é uma honra. Nos vemos na Escócia”, conclui.
The Royal Edinburgh Military Tattoo
De acordo com o site Vide Tudo, o The Royal Edinburgh Military Tattoo é um evento com apresentação de bandas militares escocesas e de vários outros países, que unindo música, dança e coreografias, absolutamente sincronizadas, tornou-se um dos espetáculos mais populares do mundo. O show é apresentado no pátio frontal do Castelo de Edimburgo e, além das apresentações de dança e música, também pode ser enriquecido com encenações dramáticas, efeitos especiais e show de fogos de artifícios. Em 2023, o festival ocorre no mês de agosto.
Mais informações
Redes sociais: @wandersilva.com.br