Diário de um componente

2
394

Há mais de 10 anos, participo desta arte que me move, que me faz bem. Por incrível que pareça, posso até ter tido, alguma pausa, por motivos plausíveis, mas é tão difícil sair de tudo isso, que tu chega a conclusão que és feliz fazendo o que faz. Que seja tocar, dançar… Me faz muito bem! É um hobby que me alegra, e por mais que ocupa 95% do tempo do meu final de semana, me sinto completo!!

Antes de conhecer sobre, tenho o prazer de apresentar a linha do tempo de bandas e fanfarras as quais participei, e que fazem parte da minha história e até mesmo do que sou como pessoa, hoje!
A música, revigora, alimenta a alma, ensina, educa, faz bem aos ouvidos!! Uma vida… Não é mesmo? Vamos conhecer um pouco sobre esse mundo?

A MINHA ARTE

Você já ouviu falar sobre banda marcial? Tenho certeza que vão achar estranho. Mas quando eu falar sobre fanfarra, irão lembrar imediatamente…Pois, sempre há alguém que tocou, algum dia em uma fanfarra de escola…Banda ou Fanfarra marcial, é composta por:

Parte coreográfica: composta pelo pelotão de bandeirascorpo CoregráficoBaliza e mor, cada um com sua finalidade e posição agrega a parte coreográfica, e através da dança, estilo coreográfico e cênico, característico de cada coreógrafo, executam danças diversas, que tem como base a marcha e  que cumprem alguns requisitos de materiais, ou acessórios, acerca do desenvolvimento e dificuldade técnica entre outros, em alguns campeonatos. A Baliza, como uma ginasta desenvolve coreografias se utilizando de técnicas de danças diversas e GR(Ginástica Rítmica).

Parte MusicalSão conjuntos/grupos musicais, compostos por pessoas que tocam música através de instrumentos de sopro(metais) e percussão, incorporados a movimentos corporais e marcha. Suas as atividades musicais, são coordenadas, dirigidas e lideradas pelo maestro ou regente. Normalmente ou na maioria das vezes, tais grupos, são criados dentro de escolas e organizações e algumas vezes, nos tempos atuais menos comum, de forma independente, quando alguém e/ou ou associação é responsável por todo o trabalho.
As atividades são consideradas de arte e cultura e trazem a habilidade de aprender a tocar um instrumento, conhecer sobre música, trabalhar em conjunto, participar de competições e apresentações e ainda se for caso e objetivo, abrir as portas para o mundo da música em orquestras e bandas municipais entre outras, da cidade, estado e quem sabe até do país!

Que tipo de música toca uma anda ou fanfarra?
Normalmente, os repertórios são de músicas erudita: estilo de música que exige técnica e destreza, mas não se trata apenas de “matemática”. Como diria Debussy (não com tanta simplicidade) a música é sentimento. Talvez uma opinião muito pessoal, mas a música denominada erudita é de um encanto tão único, que ela por si só basta. Então é isso, sentimento e sentimento, sempre aliado à técnica. Ou Clássica musica composta no período clássico. Além da possibilidade de tocar o que esta na boca do povo. Parece muito simples não é mesmo? Mas não é! Cada coisa tem o seu lugar e fundamento! hehe

Qual a diferença entre Banda e Fanfarra?
Simples! Fanfarras tem instrumentos adaptados, exemplo na família do Trompete, existe a corneta que não tem pisto e pode executar algumas notas, dependendo da sua afinação, para execução de uma música com este tipo de instrumento, é necessário varias com diferentes afinações. Há cornetas com gatilho, e cornetas com pisto e gatilho que ainda são limitadas a executar todas as notas tocadas por um trompete com três pistos, que é um instrumento para banda. A dificuldade técnica se dá em função da limitação instrumental.

“Bandas e Fanfarras é Carnaval?”
-NÃO! Cada estilo tem suas características, eu não sei os demais, mas eu DANIEL não gosto da comparação, acho que há uma gigante diferença, exceto a de manifestação cultural. Há e também a verba que o estado libera para o Carnaval e libera para as escolas públicas aonde existem as bandas, é de doer o coração.

Qual a diferença de uma banda ou fanfarra para uma orquestra?
Quanto a fanfarra a limitação é dos instrumentos, e a banda é de que não possui instrumentos de cordas e palheta. Mesmo assim, ambas estruturas podem tocar músicas com grades de dificuldades altas, a nível de orquestras.

Categorias:

Para cada estrutura, Banda ou fanfarra existem categorias distintas, abaixo apenas algumas delas:

Banda Marcial simples, Infanto-juvenil, juvenil, Senior.
Fanfarra, Simples, com gatilho, com 1 pisto.
E ainda Banda musical, de percussão, Drum corps e etc…

Nos Estados Unidos, é muito comum as bandas e Drum corps em universidades e representando times de basquete, entre outras modalidades. As vezes participam de shows, de grande celebridades.

E para encerrar, um apelo…

Hoje ainda no ano de 2016, em pleno século XXI nos deparamos com grandes trabalhos perdendo forças e o rumo, já que não tem recursos para continuarem e/ou estrutura para prosseguirem/evoluírem. O apelo é para que esta arte jamais morra e que seja multiplicada para as gerações que estão por vir. Que mais pessoas possam conhecer Bandas e Fanfarras e suas evoluções e desafios, divulgando, para que recebamos o nosso devido valor, frente a o retorno cultural e social que um grupo como este pode trazer. Um agradecimento em especial a quem me mostrou tudo desde o começo, Benedito Siqueira, que não está mas entre nós. Uma eterna e imensa gratidão.

2 COMENTÁRIOS

  1. Boa noite.
    Sou professor do Estado do Amapá e estamos com a ideia de montar uma banda. Vocês podem me relacionar quais os instrumentos para compor uma banda fanfarra com 50 componentes, sendo que a ideia é montar uma banda com instrumento de percussão e de sopro. Agradeço e aguardo o retorno.