COMO FOI O CAMPEONATO ESTADUAL DA OCIFABAN – ETAPA MAIRIPORÃ

0
1307

Técnica, qualidade, sonoridade, precisão, pressão!!! Que final estadual. Que show!

Há muitos anos se vê o aumento das categorias juvenis e sênior, de banda marcial. E isto ficou evidente em Mairiporã, no último dia 14 de Outubro, a primeira das 3 etapas do Campeonato Estadual Paulista da OCIFABAN – Associação Paulista de Fanfarras e Bandas.

E COMEÇA O ESTADUAL

As bandas de percussão abriram o evento, e um destaque ficou com a FANJOV de Serra Negra. Também outras corporações se destacaram, mas as atenções estavam mesmo para a segunda parte do evento.

A lista de corporações nas categorias Juvenil e sênior era o que mais chamava a atenção. Com as ausências das Bandas de Rancharia e Marilia, as corporações que disputavam o título estadual na categoria juvenil eram a BAMAM de Álvares Machado e a Banda Marcial de Votorantim.

Uma demora no início dessa categoria se deu por problemas com idades e documentação. Uma paralisação de 45 minutos antes do início da categoria, que culminou com a vitória da BAMAM de Álvares Machado, na soma das notas e por penanização seguindo o regulamento, da banda de Votorantim.

SENIORIDADE SÊNIOR

Corporações de renome, grandes confrontos, musicalidade à flor da pele, a disputa na categoria sênior foi mesmo um show! O Pio XII (ABEC) de São Paulo mostrou em sua apresentação um repertório bastante dificil, equilobrado e de sonoridade sublime. Demais corporações, como a Lyra Santana de Parnaíba e Itapevi mostraram um crescente e arrojado crescimento musical, e claro, a parte cenográfica da peça “Reis dos Reis”, da Lyra Santana de Parnaíba, levantando o público e levando às lágrimas muito dos presentes.

A Lyra Bragança, grande campeã do concurso de Caieiras, veio com repertório difícil e extremamente bem executado. Jovens músicos que mostram uma qualidade de som e técnica impressionantes. Um dos destaques do certame.

 

Vinda da FFABESP, a banda da Juventude de Sertãozinho, do maestro “Tiuzinho” brindou a todos com a peça “Diogenes”, de Jacob the Haan. Uma grande surpresa, e uma estréia impecável em eventos da OCIFABAN. É a frente parlamentar unindo realente as entidades.

Continuando nas Lyras, agora, falando de Mauá, uma banda que veio forte em concursos nos anos 90 e 2000 e voltou em um cofaban de SP, neste estadual, teve sua segunda estréia. Conduzida pelo não mais famoso e conhecido maestro Marim Meira (da Campeã nacional Barra Mansa), a banda executou uma peça que levou a gritos de “bravo” pelos presentes ao seu final. A categoria sênior assim, mostrava a todo o público o porque de sua preferência em geral, em todos os cofabans, estaduais e até no campeonato nacional.

As linhas-de-frente e balizas, sempre um espetáculo a parte, foram destaque. O PioXII repete o feito de 2017 e levanta o bi-campeonato nessa categoria.

RESULTADOS

Os resultados do concurso estão todos no site da Associação Paulista de Fanfarras e Bandas (OCIFABAN)

Damos os parabéns à Lyra de Mauá, Pio XII, Lyra Bragança, Sertãozinho e Itapevi por conseguirem o índice para o Nacional 2018 da CNBF, em Recife-PE. E nós estaremos lá!

ESTRUTURA

Toda a organização da OCIFABAN foi pautada na qualidade e bem estar dos músicos e participantes em geral.

Local para estacionamento de ônibus, buffet servindo os participantes, controle de acesso por tarjetas de identificação individual, organização do evento na sua chegada, desfile e dispersão, tudo foi muito bem visto e elogiado pelos participantes.

PROBLEMAS NA TRANSMISSÃO

Devido a intermitência de sinal de dados em Mairiporã, as transmissões on-line foram prejudicadas, mas informações do grupo de marketing da Ocifaban, nos alinharam que todas as apresentações serão editadas e publicadas no canal Youtube da entidade.

MAIS FINAIS

Agora, teremos mais 2 etapas: Caieiras, dia 27 de outubro, com bandas sinfônicas e em novembro, na cidade de Tremembé, com Fanfarras.
E claro, nós estaremos lá!

Grupo PlanetaBandas

 

NOTA:

Infelizmente, pela SEGUNDA VEZ, as transmissões ao vivo e filmagens foram prejudicadas por outras pessoas que estavam fazendo a cobertura do evento. Estas mesmas pessoas, pela SEGUNDA VEZ. O PlanetaBandas, seguindo contratos, vem a público repudiar o não profissionalismo de alguns e reitera seu compromisso de levar a informação e a notícia seja ela, informativa ou de alerta. A diretoria da OCIFABAN será notificada de problemas que o Grupo PlanetaBandas observou no palanque de transmissão, e estes serão alinhados com esta diretoria.

Nossos sinceros agradecimentos aos que, viram, pactuaram e lamentaram tal situação, a qual infelizmente, o meio passa. Nos 20 anos do PlanetaBandas, estas pessoas tem nos prejudicado, e agora, expomos isso aos nossos visitantes, admiradores, parceiros, patrocinadores e apoiadores de longa data.