Projeto de fanfarras continuará, diz Prefeitura de São Paulo (SP)

0
253

A indignação tomou conta do cenário bandístico durante esta semana, após a exoneração de 43 instrutores de bandas e fanfarras  que atuavam em escolas pertencentes a rede municipal de ensino da capital paulista. De acordo com o secretário de Educação da cidade, Alexandre Schneider, o ato segue recomendação do Ministério Público, que considerou a contratação dos educadores musicais irregular. O programa de bandas, porém, continua, conforme publicou em nota em sua página no Facebook.

“Volto aqui para explicar mais uma vez a questão da exoneração dos professores de Bandas e Fanfarras. O Ministério Público considerou os cargos deles irregulares. Em 2016 a gestão anterior fez um acordo para que eles fossem exonerados em maio, para que quem chegasse pudesse tomar providências que não acabassem com o programa.

Quando chegamos, solicitamos ao promotor que deixasse que os professores ficassem até o fim do ano letivo. E ele topou. Tivemos que exonerar. E abrimos um credenciamento para que eles – e outros interessados – pudessem dar aulas na rede. O programa continua. Para mim é importantíssimo. Os instrumentos usados na esmagadora maioria das escolas, assim como os uniformes da Grande Banda foram comprados na minha gestão. Espero ter esclarecido”, esclareceu Schneider.

Mesmo assim, após o anúncio da demissão dos professores, a Federação de Fanfarras e Bandas do Estado de São Paulo (Ffabesp) agiu rápido e já articulou uma reunião entre os professores exonerados e o deputado estadual Luiz Carlos Gondim (SD), presidente da Frente Parlamentar das Bandas e Fanfarras do Estado de São Paulo. Segundo a entidade representativa das corporações paulistas, o parlamentar colocou todo seu aparato jurídico à disposição dos servidores.

“O deputado colocou seu advogado a disposição, que enxergou no processo diversos pontos absolutamente equivocados e os primeiros passos jurídicos já foram dados. Vamos em busca do que é justo”, declarou Alexandre da Silva Pinto, presidente da Ffabesp.