SP – Banda Municipal de São Sebastião celebra 102 anos

0
15

No dia 16 de março, em comemoração à Emancipação Político-Administrativa de São Sebastião e ao seu aniversário de 102 anos, a Banda Municipal de São Sebastião “Maestro Manoel Ladislau de Mattos” retoma suas atividades e se apresentará na tradicional alvorada, realizada às 6h, do dia 16, no Centro Histórico de São Sebastião. Além da alvorada, a corporação musical, estará presente na Solenidade de Hasteamento dos Pavilhões, na Praça Almirante Tamandaré, às 8h.

Em 2017, o prefeito Felipe Augusto sancionou a Lei Municipal nº 2.426/17, de autoria do então vereador Tiago Andrade Perão, que instituiu o Dia da Banda Municipal Maestro Manoel Ladislau de Mattos, sendo comemorado no terceiro domingo de março de cada ano. Em 2022, o terceiro domingo, (20 de março) marca a retomada das retretas, que acontecerão sempre aos domingos, às 17h, no calçadão da Rua da Praia, em frente à Casa da Música.

A Banda Municipal Maestro Ladislau de Mattos passou a ser mantida pela Fundação Educacional e Cultural “Deodato Sant’Anna” (Fundass), por meio da lei complementar nº 266/21 e desde sua criação seu repertorio atravessa décadas apresentando diversos estilos e gêneros musicais, dentre os quais se destacam marchas militares e dobrados, mantendo a tradição de bandas de coreto e arranjos do gênero popular, onde se ouve boleros, foxtrote, baladas românticas, sambas de todas as épocas, músicas populares brasileiras e internacionais.

Sobre a Banda Municipal de São Sebastião “Maestro Manoel Ladislau de Mattos”

Criada oficialmente em 26 de outubro de 1979, pela lei nº 279/79, a banda existe de fato desde 1920, organizada na época pelo então maestro Manoel Ladislau de Mattos. Em 1950, o maestro Benedito Múrcio assumiu a regência, já em 1979 foi oficializada por decreto, passando então a ter existência de direito, porém alcançando a denominação de Banda de Música da Prefeitura da cidade somente em 1999.

Sua reestreia oficial ocorreu em 16 de março de 1980, sob a regência do Maestro Cides Rischter, que atuou até 1984, quando assumiu em seu lugar o maestro Lourival Pereira de Albuquerque. Em agosto de 1998, após a aposentadoria do maestro Lourival, assumiu a regência Almir Clemente.

Em 9 de fevereiro de 1999, por meio do projeto de lei da Câmara Municipal nº 1319/99, recebeu o nome de seu primeiro regente, passando a denominar-se Banda Municipal Maestro Manoel Ladislau de Mattos.