SP – Como foi o Congresso da CNBF 2021 e as novidades

Entidade define estado do nacional 2022 mas sem data e local

0
130

Resumo

Realizado em um hotel de SP, o 28º Congresso da Confederação Nacional de Bandas e fanfarras coincidiu com o final da I FENOART (matéria que vocês acompanharam aqui no Planetabandas). Esse congresso, que teve início na última sexta-feira (23/07), reuniu as entidades filiadas à confederação para definir os rumos da entidade em 2021 e 2022, anos que prometem ser de retomada do cenário marcial.

Personalidades e Retornos

A CNBF atual baseia-se muito em pessoas vinculadas a FFABESP – Federação de Bandas e Fanfarras de São Paulo, e da FFABERJ – Federação de Bandas e Fanfarras do Rio de Janeiro, e aproveitando o ensejo, o presidente da federação carioca, mto. Tiago, fez um importante anúncio no congresso (vide abaixo). Houveram apresentações de grupos musicais e um fato marcante foi o de que pessoas que há tempos estavam fora do cenário marcial e até muito distantes, foram convidadas e se reintegraram. Este foi o caso do Maestro Rogério Brito (ex-FAMA e Famuta) e do locutor mais famoso do movimento, nos anos 90, o Ten. Vasquez.

Presidente da Federação do Rio faz anúncio

No final das conversas referentes ao congresso, o Mto. Tiago informou que o Campeonato Nacional da CNBF em 2022 será no estado do Rio de Janeiro, porém, sem mencionar datas e a cidade onde será realizado o campeonato. Pelo que a reportagem do PB apurou, a cidade ainda será definida e a data também, visto que a CNBF não terá uma diferença de formato nos campeonatos, sendo ela gerida em conjunto pela FFABESP e FFABERJ no ano de 2022.

Informações difíceis

A reportagem do PB não teve ingresso no evento, mesmo procurado os representantes da CNBF. Essa negativa fez com que a maioria das informações levantadas fosse conseguida APENAS pelas mídias sociais.

O que esperar em 2022?

A CNBF tem um grande desafio em 2022: resgatar além de tudo, a credibilidade e mostrar a que veio. Tem em seus quadros pessoas capacitadas e os estados que estão na entidade estão ansiosos por eventos de qualidade e acima de tudo, levar a música, cultura e civismo aos alunos das bandas e fanfarras. Estes desafios foram explanados no congresso técnico, e com certeza o melhor está por vir. Como a própria CNBF manifesta em seu slogan: De todos e para todos!