O segundo lote de instrumentos musicais destinados às dez  escolas cívico-militares do Distrito Federal foi entregue nesta semana. Composto por 520 itens, o material foi aferido nessa sexta-feira (7). Eles serão distribuídos aos estabelecimentos de ensino para que sejam utilizados em aulas de iniciação musical e formação de bandas no retorno das aulas presenciais. A lista é composta por itens como trombone, flauta transversal, clarinete, trompete, sax, sax tenor, pratos e bumbo.

O material foi conferido pelo secretário de Segurança Pública, delegado Júlio Danilo; pelo comandante-geral da Polícia Militar do DF (PMDF), coronel Márcio Vasconcelos; e pelo secretário de Gestão Integrada da Secretaria de Segurança Pública (SSP/DF), o delegado Alciomar Goersch. Também acompanharam a entrega os subsecretários de Gestão Compartilhada, coronel Alexander Ferro; de Administração Geral, delegado Celso Wagner; e o maestro auxiliar da banda do Corpo de Bombeiros, tenente Adilson Barbosa.

O encaminhamento do novo lote foi comemorado pelo secretário de Segurança Pública, delegado Júlio Danilo. “Com essa remessa, totalizamos 720 instrumentos musicais para os colégios cívico-militares, somando aos 200 já recebidos anteriormente. As aulas serão ministradas no contraturno das aulas regulares, sendo uma opção para os alunos permanecerem nas escolas, desenvolvendo uma atividade lúdica que irá contribuir com o processo de ensino e também será de grande importância para incentivar a construção de valores cívicos e da cidadania”, avalia o secretário.

A participação nas aulas e bandas será uma forma de incentivar os alunos a ter melhor rendimento escolar, como explica o secretário executivo de Gestão Integrada, Alciomar Goersch. “Eles passaram por um processo de seleção para que possam participar das aulas, o que inclui boas notas e bom comportamento”, detalha.

Identidade

Além de a iniciação musical contribuir com habilidades cognitivas e sensoriais, a formação de bandas faz parte da tradição de colégios militares, aponta o subsecretário de Gestão Compartilhada, da SSP/DF, Alexandre Ferro.

“Essa atividade faz parte da identidade cultural das escolas. As bandas são fundamentais em cerimônias realizadas nas escolas, tais como acompanhamento em desfiles, hasteamento de bandeira, canto do hino nacional e demais solenidades escolares”, ressalta.

Os militares – bombeiros e policiais – permanecem juntos às dez escolas cívico-militares do DF, mesmo com as aulas remotas, por conta da pandemia. “Eles continuam contribuindo com as atividades escolares, na rotina disciplinar e atividades administrativas, como entrega e recolhimento de material impresso para aquelas crianças que não têm internet”, completa Ferro.

Gestão compartilhada

O modelo de gestão compartilhada é destinado a estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio. A SSP/DF é responsável pela gestão disciplinar, com o emprego do efetivo da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) na coordenação de atividades extracurriculares e nas ações disciplinares voltadas à formação cívica, moral e ética do corpo discente, objetivando o bem-estar social.

Já a Secretaria de Educação responde pela gestão administrativa e pedagógica das unidades escolares e pelo cumprimento do projeto político-pedagógico, conforme as leis de diretrizes educacionais.

O objetivo é proporcionar uma educação de qualidade aos estudantes da rede pública de ensino. As pastas de Segurança e Educação realizam ações conjuntas e constroem estratégias voltadas ao policiamento comunitário e ao enfrentamento da violência no ambiente escolar, promovendo uma cultura de paz.

Atualmente, mais de 16 mil alunos estão nas 10 unidades que adotaram o modelo. São elas:

  • Centro Educacional 03 de Sobradinho;
  • Centro Educacional 308 do Recanto das Emas;
  • Centro Educacional 01 da Estrutural;
  • Centro Educacional 07 da Ceilândia;
  • Centro Educacional Condomínio Estância III de Planaltina;
  • Centro Educacional 01 do Itapoã;
  • Centro de Ensino Fundamental 19 de Taguatinga;
  • Centro de Ensino Fundamental 01 do Núcleo Bandeirante;
  • Centro de Ensino Fundamental 407 de Samambaia; e
  • Centro de Ensino Fundamental 01 do Riacho Fundo II.