• A Banda Marcial Professor Mantovani, de Erechim, se destacou no 1ª Concurso Brasileiro Virtual de Bandas e Fanfarras. O grupo ficou em terceiro lugar na categoria banda musical de marcha, além de conquistar a primeira posição no quesito corpo coreográfico.
    Em função da pandemia provocada pelo novo coronavírus, a competição, desenvolvida pela Associação de Bandas e Fanfarras do Estado de Santa Catarina, em parceria com a Liga Brasileira de Bandas e Fanfarras, foi realizada de maneira virtual e reuniu cerca de 19 grupos do país.
    “Estávamos parados há mais de quatro meses, então, participar desse concurso foi muito importante para todos nós, afinal, sentimos saudades dos ensaios, das competições, de se encontrar e poder conversar. Além disso, envolve o frio na barriga em representar nosso município, mas ficamos muito felizes com os resultados”, contou o regente da Banda, Adelar Millitz.

Competição online
Adelar explica que o evento foi realizado de maneira virtual, por meio do envio de vídeos. “Esse aspecto trouxe muita visibilidade para nosso trabalho, pelo fácil acesso à apresentação, que foi composta por vídeos tocando duas músicas de até 10 minutos. Esse material foi enviado para análise dos jurados. Eram dois grupos, um que deveria julgar tecnicamente, montado com 10 jurados, e outro com 30 artistas, que indicaram se gostaram ou não da apresentação”.
“Foram duas etapas, uma individual com nossa bailarina, que conquistou o sétimo lugar. A outra fase era com as bandas, nós ficamos em terceiro lugar e, ainda, conquistamos a primeira posição no corpo coreográfico”, acrescentou o regente.

“Momento serviu para ‘matarmos’ a saudade”
O regente contou, que além de a Banda estar com as atividades suspensas, os estudantes estão realizando as práticas da educação básica de maneira remota. “Estamos todos em casa, apenas com aulas onlines e sabemos que não é a mesma coisa, pois não estamos tendo contato, longe do ambiente escolar. Então essa competição também serviu para ‘matarmos’ a saudade de ensaiar, conversar com os colegas e isso tudo reflete nos sentimentos de nossos alunos, faz lembrar que a vida continua, mesmo com a pandemia, só precisamos nos adequar ao que o momento exige”.
Os vídeos tinham que ser montados com materiais recentes. “Aproveitamos umas três semanas que nosso município ficou classificado em bandeira laranja e gravamos, respeitando os protocolos de segurança sanitária, claro”, complementou Adelar.

Reconhecimento
Os membros da Banda não se restringem apenas aos estudantes do Colégio Estadual Professor Mantovani. “É aberta a toda a comunidade e em 2021 iremos completar 60 anos, isso está nos motivando bastante, pois há um bom tempo estamos trabalhando para aumentar nossa visibilidade. Afinal, somos muito bem reconhecidos em Erechim e na região, mas queremos alcançar também segmentos de bandas não só do Estado, mas também do país. Para isso, participar de competições é um bom caminho e nosso desempenho nesse concurso virtual demonstrou que temos capacidade de mostrar nosso nome, pois o respaldo dos jurados nos trouxe confiança para nosso trabalho”, concluiu o regente.
A banda conta, ainda, com a coreógrafa, Laísa Napp e é presidida por Maurício Smaniotto, e pela vice-presidente, Josiane Ozimboski.