Excelente vídeo explicativo.

UM POUCO MAIS SOBRE O PAULO VIVEIRO

Paulo Viveiro
Considerado um dos trompetistas brasileiros de maior destaque dentro de sua geração, tem ministrado uma série de Masterclasses na América Latina e Europa sobre os aspectos físicos e psicológicos da performance musical.

Junto ao projeto “Gafieira São Paulo” ganhou o “22º Prêmio da Música Brasileira” e com o cantor Seu Jorge dois “Latin Grammy”.

Bacharel em música pela Faculdade Mozarteum de São Paulo, estudou também na Universidade Livre de Música – Tom Jobim, na Escola Municipal de Música de São Paulo, além de aulas clínicas na Europa (Alemanha, Itália e França).

Seus principais professores: Settimo Paioletti, Edgar Batista dos Santos, Kristian Steenstrup e Pierre Dutot.

Participou como recitalista do: “International Trumpet Seminar in Sillico” (2012 e 2013), “International Trumpet Masterclass in Chiaramonte Gulfi” (2014, 2015 e 2016), “Internationale Trompetentage Kürbach” (2015) e Encontro da Associação Brasileira de Trompetistas (2016).

Tocou em diferentes orquestras e formações musicais, entre elas: Orquestra de Câmara da Universidade de São Paulo, Orquestra de Câmara Paulista, Banda Sinfônica de Cubatão, Orquestra Sinfônica Municipal de Santos, Orquestra Acadêmica de São Paulo, Sinfonieta Fortíssima, Orquestra Sinfônica de Santo André, Orquestra Sinfônica da Universidade de São Paulo, Orquestra Jazz Sinfônica de São Paulo e BrassBand Normandie.

No âmbito da música popular: Big Band Tom Jobim, Atrium Jazz Band, Zerró Big Band Project, Bissamblaz Big Band, Banda Grooveria, Orquestra Heartbreakers, The Brand New Heavies, Banda Jazzco, Havana Brasil, Lyra Latina, Funk Como Le Gusta, Clube do Balanço, Grupo Comboio, Banda Mantiqueira, Banda Urbana, Orquestra SAGA, Hermeto Pascoal, Ivan Lins, Laércio de Freitas, Elza Soares, Zalon Thompson, Max de Castro, Simoninha, Marcelo Jeneci e Jair Rodrigues.

Integrou os musicais: “Baile Estelar”, “Agô”, “Pernas Pro Ar”, e o espetáculo teatral “Galileo Galilei”.

Dentre numerosas gravações em gêneros distintos, destacam-se: Orquestra de Câmara da USP, Orquestra Sinfônica de Santos, Orquestra Sinfônica de Santo André, Orquestra Heartbreakers, Bissamblazz Big Band, Gafieira São Paulo, Gal Costa, Erasmo Carlos, Seu Jorge, Caetano Veloso, Matthieu Chedid, Naná Vasconcelos, Chico César, Criolo, Ivete Sangalo, Marcelo Camelo, Zeca Baleiro, André Abujamra, Michel Teló, Alexandre Pires, Skank, Forfun, Cpm22, Jota Quest, Palavra Cantada, entre outros diversos artistas e dezenas de trilhas para filmes e publicidade.

Com ensembles distintos, ou atuando como solista, realizou performances nos seguintes países: Uruguai, Venezuela, Argentina, Peru, Angola, Portugal, Itália, França, Alemanha, Bélgica, Suíça, Inglaterra e Holanda.