CONHEÇAM A FACMOL – ORQUESTRA DE SOPROS E PERCUSSÃO

0
1766
Destaque no Concurso Interestadual de Fanfarras e Bandas de Presidente Prudente - SP,
a FACMOL levantou o público e fez pela primeira vez, duas apresentações em um mesmo
evento. 

O que ja é de conhecimento das cidades paulistas, tv e mídia, agora está despertando
o interesse de todo o Brasil. Afinal, quem é e o que vem a ser a FACMOL?

Fundada no ano de 2010, a Orquestra de Sopros e Percussão FACMOL é um grupo instrumental composto por 85 integrantes entre estudantes de música e professores instrumentistas. A faixa etária dos integrantes é diversificada, contemplando crianças de 13 anos e adultos de 45. Dentre os elementos sonoros que compõem o grupo estão os instrumentos de sopro e a percussão. O grupo começou suas atividades a partir de um desdobramento da ação cultural da FACMOL – Fanfarra Celda Melo, criada em 1992. Dessa forma, elementos da sonoridade típica das Fanfarras são característicos na Orquestra de Sopros e Percussão FACMOL, apresentando uma perspectiva dinâmica e inovadora em seu repertório que propõe um diálogo entre o erudito e o popular.
A Orquestra de Sopros e Percussão FACMOL possui um histórico de grande sucesso, verificada pelas mais de 170 premiações obtidas em concursos e mostras por todo o país. Destes, mais de 80 prêmios foram para 1º Lugar. A regência da Orquestra de Sopros e Percussão Facmol está sob responsabilidade do Maestro Wellington Reginaldo Rodrigues dos Santos, um dos idealizadores e criadores do grupo.
O grupo aposta na qualidade musical de seus integrantes e na irreverência natural dos jovens que compõem o grupo. Com atuações performáticas dos integrantes, a Orquestra de Sopros e Percussão FACMOL, além de apresentar um espetáculo musical de grande valor artístico e fruitivo, envolve o público com uma dinâmica de palco inovadora e moderna.

Versatilidade

Uma das características que fazem da FACMOL referência no país na área execução musical de grupo, e a versatilidade com que se adéqua aos mais diferentes espaços e formatos. Em apresentações públicas, o grupo assume um formato de fanfarra, com corpo coreógrafo. Esse formato permite a intervenção em espaços urbanos, permitindo o alcance de um maior público. Nesses casos, o repertório assume uma linha mais popular, que além de manter o caráter apreciativo da música instrumental, envolve e diverte o público.

O Grupo de Catira Pés no Chão é resultado dos desdobramento das atividades das Orquestras Caipira e FACMOL. Após a realização de uma oficina de Catira, alunos da FACMOL, começaram a dançar catira em ensaios da Orquestra Caipira, e desde então, tem feito participações nas apresentações públicas da corporação.

Criada há 05 anos a Orquestra Popular Caipira de Pereira Barreto conta atualmente com 40 músicos, entre instrumentistas amadores, professores e cantores.

A ação da corporação tem como tópicos principais a sonoridade, as composições, o timbre, o ritmo, a técnica aplicada e a composição de repertório do cancioneiro caipira.

Por meio da valorização dos elementos tradicionais da música caipira com arranjos criativos, a Orquestra Popular Caipira de Pereira Barreto apresenta um diálogo entre o tradicional e o contemporâneo, no qual a viola é apresentada de forma versátil e interage com instrumentos sinfônicos.

Espetáculo ATRAVESSANDO GERAÇÕES

A criação do espetáculo musical ‘Atravessando Gerações’ teve início no ano de 2014 como um dos desdobramentos do projeto ‘De Bem com a Vida’ no qual a Orquestra Popular Caipira de Pereira Barreto foi premiada pelo Edital de Apoio às Culturas Populares nos anos de 2013 e 2014. No ano de 2016, a Orquestra circula o espetáculo musical Atravessando Gerações, fruto desse processo de pesquisa e vivência, retificando a qualidade musical da corporação, que mescla um repertório tradicional com incursões em produções atuais.

PRÊMIOS CONQUISTADOS

2016 – Atual campeã regional e classificada para a Final Estadual que será realizada em Nazaré Paulista, no mês de novembro.

HEPTA-CAMPEÃ REGIONAL, sendo:
1993 Campeã Regional em Penápolis-SP
1994 Campeã Regional em Jales-SP
1996 Campeã Regional em Quatá-SP
1997 Campeã Regional em Osvaldo Cruz-SP
1998 Campeã Regional em Bariri-SP
2000 Campeã Regional em Birigui-SP e
2001 Campeã Regional em Pereira Barreto-SP
TRI-CAMPEÃ ESTADUAL, sendo:
Campeã Estadual-1994/1995, na cidade de Mauá-SP
Campeã Estadual-1996, na cidade de Itaquaquecetuba-SP
Campeã Estadual-1997, em Ubatuba-SP
Campeã do Certame do Estado de Mato Grosso do Sul, sendo:
Campeã Geral de Três Lagoas-MS (1999);
Campeã Geral de Dourados-MS (1999);
O Corpo Coreográfico da FACMOL também obteve várias colocações:

Vice-Campeã Estadual-1993 (Bragança Paulista-SP)
Bi-Campeã Geral de Andradina-SP (1993/1994)
Bi-Campeã na cidade de Santa Fé-PR
Bi-Campeã em Ariranha-SP
Campeã nas cidades de Catanduva-SP, Mirante do Paranapanema-SP, Santa Fé do Sul-SP, Taquarituba-SP, Mirandópolis-SP, Santa Isabel-SP.
Campeã Estadual-1994 (Mauá-SP)
Campeã Nacional da categoria, em 1995 (Ponta Grossa-PR)
Campeã Estadual de 1996 (Itaquaquecetuba-SP)
Campeã em Três Lagoas-MS
Campeã em Pindorama/SP, Campo Grande-MS e Dourados-MS
Campeã Regional em Pereira Barreto-SP(2001)
Vice-Campeã em Santa Isabel(2001)
Campeã em Cristais Paulista (2001)dentre outros