A Cidade de João Pessoa – PB,recebeu nos dias 29, 30 e 31 de Março,  o Congresso Técnico e Pedagógico da CNBF (Confederação Nacional de Bandas e Fanfarras), junto com a Assembléia Geral de Filiados.


A Assembléia, pauta inicial do evento, teve a finalidade de eleger a nova Diretoria Executiva que irá comandar a entidade pelos próximos quatro anos. (2019 – 2022).

A Assembléia

Os trabalhos começaram já na noite de 29/03 (Sexta-Feira), onde as Entidades presentes realizaram a entrega de suas documentações de regularidade fiscal e social, para tornar-se aptas assim a votar no pleito conforme o Edital de convocação do Evento.

No trâmite de discussões, onde ficou claro uma certa divisão no local, apenas 1 chapa se inscreveu para concorrer ao pleito da nova diretoria da entidade.

Conforme pode apurar a reportagem do PlanetaBandas, um grupo que até se articulava para uma segunda chapa, se fragmentou, seguindo orientações. Por este modo, a única chapa presente foi eleita por aclamação (que é a Manifestação coletiva e unânime de apoio a uma proposta, um candidato, que se constitui em sua aprovação, sem escrutínio ou contagem de votos).

A Nova Diretoria da CNBF

Diante da aclamação na Assembléia, a diretoria composta para o período de 2019 a 2022 da CNBF – Confederação Nacional de Bandas e Fanfarras é a seguinte:

Diretoria Executiva:

  • Presidente: Armando Nobre – ABAFEMA/ MA
  • 1° Vice Presidente: João Carlos Maximiano- FFBP – PR
  • 2° Vice Presidente: André Barbezani – FFABESP – SP
  • 1° Secretário: Tiago Farias FFABERJ – RJ
  • 2° Secretário: Fernando Cesar Meschke – ABAFAVI – SC
  • 1° Tesoureiro: Raimunda Santana – AFAB – BA
  • 2° Tesoureiro: Luis Carlos Mendes – ABFCP – AM

Tribunal de Ética e Disciplina:

  • Luciene Vinhal – FGBF – GO

Conselho Fiscal:

  • Kássio Alves de Oliveira – AMBFEC – CE
  • Larry Dellares do N. Araújo ABANFARE – AL
  • Geraldo Luis de Franca ABANFARE – RN
  • Antônio Fernando Feitosa Santana – FFABASE – SE
  • Ana Maria Freitas – FFABERJ – RJ

Campeonato Nacional de 2019

Uma das primeiras medidas anunciadas pela nova diretoria da CNBF foi a de definir de antemão a cidade sede para o Campeonato Nacional da entidade em 2019. O município escolhido foi Mauá, na grande São Paulo, que já sediou o Campeonato Nacional de 2005.

Ruptura na CNBF

Depois dessa assembléia, um grupo de dirigentes e maestros, onde tiveram voz por Waldenilson Cunha Costa, que fora presidente da CNBF em 2018 , pediram a desfiliação da CNBF.

  • ABANFARE-PE – Associação de Bandas, Fanfarras e Regentes de Pernambuco
  • AGBF – Associação Goiana de Bandas e Fanfarras
  • OCIFABAN – Associação Paulista de Fanfarras e Bandas
  • AMERIFA – Associação dos Músicos Regentes e Instrutores de Bandas e Fanfarras da Paraíba
  • OSMB – Associação da Orquestra Sinfônica de Barra Mansa – RJ

No romper destas associações, o próprio Waldenilson, em vídeo postado nos diversos grupos de bandas e fanfarras nas mídias sociais, vinculou a desfiliação destas entidades, e a criação de uma nova associação geral para as corporações musicais a nível nacional.

ABBF – Associação Brasileira de Bandas e Fanfarras

Como vocês, leitores, podem perceber, a ruptura de entidades culminou na criação de mais uma entidade nacional. Todas as diretrizes, cargos e documentação desta nova entidade está sendo criada e a mesma já tem data para seu Congresso Técnico: dias 03,04 e 05 de Maio de 2019, em Recife – PE

Nestes dias também será nomeada a diretoria provisória da entidade e diversos outros pontos serão colocados em pauta.

O Novo Presidente da CNBF

Depois de todo este contexto atribulado, foi vinculado um vídeo do presidente e diretores da CNBF, que você pode ver abaixo:

Repercussão

Durante este fim de semana, as dezenas de grupos de Whatsapp e as demais mídias sociais envolvidas com bandas e fanfarras sofreram um alvoroço de comentários, opiniões e até discussões. O grupo de Whatsapp do PlanetaBandas (que pode ser acessado clicando aqui) teve mais de 800 mensagens em apenas 6 horas! O tamanho da repercussão tende a ser maior, com a efetiva criação da ABBF e outras medidas que podem ser tomadas pela própria CNBF, que agora detém 17 entidades filiadas.

O que esperar de 2019?

Duas entidades nacionais, diversas entidades estaduais, diferentes pensamentos, momentos, planos. O que esperar deste ano e dos próximos? Qual a boa e má perspectiva com todos os fatos ocorridos neste congresso técnico da CNBF? O que esperar da nova entidade, a ABBF? Esta deixamos para vocês!

A posição do PlanetaBandas

Independente de entidades A, B ou C. Independente de estados com 1 ou 2 ou até mais associações; o PlanetaBandas mantém seu foco principal na divulgação do trabalho de bandas e fanfarras, independente de bandeiras, posições ou pensamentos.

CNBF e ABBF; entidades estaduais e promotores de campeonatos, workshops, grupos de estudo, das pequenas e grandes corporações musicais, tenham a certeza:

o PlanetaBandas apoiará, participará e divulgará a todos!

Estamos com as bandas e fanfarras, de qualquer jeito!


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here